links favoritos

 

As PIORES CERVEJAS DO MUNDO

O exercício de identificar quais as piores cervejas do mundo não tem nada de científico ou sequer é muito interessante. Trata-se de uma mera pesquisa motivada pela curiosidade e pelo gosto que quase todos temos por factos estatísticos. É óbvio que, tal como aconteceria para as melhores cervejas do mundo, também esta selecção é subjectiva e totalmente dependente do gosto de cada um. Para minimizar esse grau de subjectividade analisámos várias listas mundiais de classificações de cervejas e rapidamente se chegou à conclusão que muitas marcas se repetem em listagens diferentes. Serão essas, pois, as piores cervejas do mundo.

Para não sermos muito exaustivos, escolhemos as 20 marcas que com maior frequência aparecem nos últimos lugares das tabelas. E são elas:

  • Busch NA
  • O'doul's
  • Michelob Ultra
  • Natural Light
  • Natural Ice
  • Coors Non-Alcoholic
  • Milkwalkee's Best
  • Miller Sharps
  • Busch Ice
  • Coors Aspen Edge
  • Genesee NA
  • Hurricane High Gravity Lager
  • Bud Ice Light
  • Busch Light
  • Bud Light
  • Blue Ice Beer
  • Salitos Ice
  • Tuborg T-Beer Citrus
  • Olde English 800
  • Fosters Light

Façamos então uma leitura mais minuciosa às marcas que aqui são mencionadas. Numa primeira análise podemos encontrar várias non-alcoholic, isto é, cervejas sem álcool, a par de muitas ice e light. Tal não é de estranhar já que, apesar do esforço feito pelas empresas nos últimos anos para melhorar o aroma e especialmente o sabor das cervejas sem álcool, estas ainda estão bastante longe das suas congéneres alcoólicas. As Ice e Light, pelo próprio processo de fabrico, perdem qualidades muito importantes que estão presentes nas cervejas ditas normais. Tentem pois imaginar uma Bud Ice Light!!!

Outro facto interessante é o de que das 20 marcas aqui referidas, a maioria delas é vendida no mercado norte-americano. De facto, Bud, Coors, Michelob ou Miller encontram-se entre as cervejas de maior sucesso nos E.U.A. Essa situação não é muito surpreendente devido a vários factos: as fortes restrições à venda de bebidas alcoólicas e à condução sob efeitos do álcool; a quase paranoia que assola muitos americanos relativamente à manutenção da boa forma e aos efeitos nefastos da cerveja na forma física; a longa tradição na produção de cervejas à base de arroz, bastante mais leves e menos aromáticas, o que levou à massificação de cervejas muito próximas de água!

Há também a realçar que, para além das cervejas sem álcool, ice e light, os outros géneros presentes nesta lista são as Pale Lagers e Malt Liquors. Se este último estilo é uma bizarria do mercado norte-americano, já as pale lagers são, provavelmente, o género mais vendido em todo o mundo. Brahma, Super Bock, Carlsberg, todas elas são exemplos do estilo que é responsável por quase 75% das vendas de cerveja no mundo. Ou seja, 3 em cada 4 cervejas produzidas são Pale Lagers. Como é óbvio, estamos em presença de um estilo muito industrial, feito para não desagradar a ninguém mas que também não entusiama. Refrescam, sabem razoavelmente, são baratas e produzem-se em larga escala. Eis uma receita de sucesso.

Última curiosidade: 10 das 20 cervejas aqui listadas são produzidas por uma única companhia, a norte-americana Anheuser-Busch. Todavia, não é por tal facto que esta empresa não deixa de ser uma das maiores do mundo, com vendas e lucros fabulosos. Ironias do mercado cervejeiro...

Google